24 de junho de 2020

Construção off-site: versatilidade com inovação

Construções convencionais se mostram desqualificadas através dos anos, com atrasos, desperdícios, incompatibilidades e outras complicações, entenda essa tendência.

A evolução da construção civil brasileira passa pela transformação do canteiro de obras em uma linha de montagem. Isso é semelhante ao que ocorre em outras indústrias, e tem tudo a ver com construção off-site! Como o próprio nome indica, o processo de construção modular se dá através de módulos individuais aumentando a eficiência, rapidez, flexibilidade e sustentabilidade das edificações.

Na construção off-site, ou fora do canteiro, os módulos são pré-fabricados e inseridos na obra. Optar por essa solução traz benefícios como a redução para quase 0% a chance de erros e retrabalhos, diminuição de aglomeração de pessoas/aplicadores in loco, como forma preventiva pós-pandemia, além de garantir uma maior agilidade e precisão no cronograma da obra.

Devido à leveza e alta resistência do aço, é possível construir com grande liberdade, criatividade e flexibilidade de uso, a construção modular une a engenharia civil com a de produção, e implementa a filosofia Lean Manufacturing de fabricação, que tem como fundamentação altos padrões de qualidade e melhorias contínuas, flexibilização e minimização do desperdício.

Uma pesquisa feita pela Sienge, desenvolvedora de softwares de gestão de obras, é possível construir um prédio de 2000m2 em apenas 90 dias.

“Outras obras menores, de 60m2 são inauguradas em apenas 20 dias.” Por este motivo as lojas, escritórios, clínicas, franquias, escolas e demais obras comerciais estão cada vez mais aderindo a modularização.

A isobloco em 2019 desenvolveu o Isobox, aonde a base para construção é Steel Frame + Concreto Celular, um módulo versátil que busca levar inovação, sustentabilidade e tecnologia para a Arquitetura Modular, além da possibilidade de ser colocado em qualquer lugar de acordo com a necessidade que cada cliente possui.

Ao entender os conceitos e possibilidades da construção modular, podemos observar que será uma questão de tempo para que grande parte das construções optem por esse Sistema Construtivo, afinal, a modularização surgiu para reduzir custos e prazos de execução, diminuir a demanda por mão de obra e o desperdício de materiais.