12 de setembro de 2020

Prêmio Impacta Nordeste

A Isobloco ganhou o prêmio Impacta Nordeste e convite para o speed date

A 1ª Chamada Impacta Nordeste de Negócios Socioambientais selecionou e premiou negócios com soluções inovadoras que geram impacto socioambiental positivo na Região Nordeste.

A iniciativa, foi realizada pela plataforma Impacta Nordeste, busca e seleção das empresas forma feitas pela Pipe.Social, com apoio do Instituto Sabin e Sebrae RN e parceria da NESst e in3citi, buscando fomentar e mapear negócios de impacto social e ambiental em todo Nordeste.

 

O portal Impacta Nordeste veio para unir quem faz e ajudar quem quer fazer, sendo a voz ativa de empreendedores sociais do Nordeste. Ele se tornou um portal  para conectar, capacitar, divulgar e fomentar negócios de impacto, projetos sociais e as ações de responsabilidade social que transformam positivamente a região.

A principal missão do impacta Nordeste é  DAR VOZ A QUEM PRECISA E ATINGIR QUEM DEVE ESCUTAR. Reunir, em um único espaço, informações, notícias e serviços relevantes sobre e para negócios de impacto, projetos sociais e ações de responsabilidade social do Nordeste.

E falando um pouco mais sobre porque a isobloco ganhou o prêmio do Impacta Nordeste conheça um pouco mais sobre essa inovação

As soluções da Isobloco têm como base a tecnologia de concreto celular termo-acústico. Os blocos de concreto celular aerado são feitos com cimento, sílica e outros aditivos que tornam o material mais leve e de rápida aplicação, com resistência superior ao de um tijolo normal. Sua tecnologia inibe o surgimento de umidade e mofo, principais causadores de doenças respiratórias, além de possuir isolamento térmico e acústico.

 

Fábrica sustentável, sem emissão de CO², sem desperdício de água, não gera resíduos sólidos e mantendo o padrão de qualidade e uniformidade dos blocos. O conceito sustentável do Isobloco começa já na sua fabricação: tudo é feito sem a emissão de gases nocivos ao meio ambiente. A construção modular oferecida pela empresa oferece ajuda a reduzir em até 20% no custo de tempo da obra, aumentando a eficiência da equipe de produção.

 

O modelo de negócio da Isobloco, segundo Heenrique Ramos Inventor & CEO, é definido pela união da fábrica móvel (caminhão de fabricação do material capaz de circular em todo o canteiro) e plataforma digital integrada, atual canal de vendas da empresa. Para quem vai fazer algum tipo de obra, seja uma simples reforma ou uma construção do zero, precisa se preparar para um período problemático e estressante. No caso das empreiteiras, o cuidado com prazos é redobrado. Portanto, fazer um planejamento detalhado que abrigue todos os processos da obra da sua concepção até a data de entrega é considerado regra de ouro no setor de construção civil.

Por outro lado, a logística é justamente um dos maiores gargalos da construção civil. Muitas startups vêm surgindo no mercado para atender essa demanda. Essas empresas são conhecidas como construtechs. As construtechs nada mais são do que startups que desenvolvem soluções tecnológicas para otimizar processos no setor de construção civil, entre elas, a redução de custos e melhor aproveitamento de recursos e mão de obra.

 

“Acreditamos que a leveza das construções será uma busca constante, sendo o aço em ligas mais leves, flexíveis e duráveis como principal foco na área da engenharia. Nosso sistema construtivo tem potencial de levar segurança às construtoras pelo compartilhamento de fabricação dos pré-moldados e do modelo móvel que reduz custos logísticos e permitem sub assembly de painéis.”